Luciana Genro

Servidores federais protestam contra arrocho salarial

15 de abril de 2010 16h28

Ato ocorreu nesta manhã, em Brasília

A deputada Luciana Genro participou nesta quinta-feira, 15, da manifestação dos servidores públicos federais, em Brasília, contra o projeto que limita em 2,5% ao ano o reajuste salarial das categorias por 10 anos. O Projeto de Lei Complementar 459/2009, do Senado Federal, determina que o gasto com pessoal de cada Poder à variação da inflação mais 2,5% por ano pelo período de 2010 a 2019.

“O arrocho salarial, além de prejudicar os trabalhadores, também afeta a qualidade do serviço público prestado à população”, afirmou a parlamentar, em discurso para os servidores, em frente ao Ministério do Planejamento. A deputada incentivou o ato dos servidores, afirmou que a luta é legítima e que somente com a união dos servidores e pressão sobre o governo e o Congresso será possível reverter essa situação.

Luciana garantiu que a bancada do PSOL votará contra a proposta que congela os salários dos funcionários federais. O PLP 459 está na Comissão do Trabalho e Emprego, onde deve acontecer uma audiência pública para debater o assunto no mês de maio.

A deputada lembrou também que quando a proposta foi aprovada no Senado, em dezembro de 2009, o senador José Nery participava da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, em Copenhague (Dinamarca), mas que teria votado contra um projeto que prejudica os trabalhadores.

Luciana disse ainda aos servidores que na quarta-feira, 14, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, esteve na CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito da Dívida Pública dizendo que o Brasil está na rota do desenvolvimento. “Paga-se R$ 380 bilhões ao ano de juros e amortizações, mas não concedem reajustes dignos aos funcionários federais”, criticou.

Fonte: Liderança do PSOL