Luciana Genro

Protesto contra má gestão do GHC no Dia da Saúde

07 de abril de 2010 09h57

Nesta quarta-feira, 7, Dia Mundial da Saúde, a ASERGHC – Associação dos Servidores do Grupo Hospitalar Conceição irá protestar contra a má gestão e partidarização da instituição. A associação montará um acampamento em frente ao Hospital Conceição (Rua Francisco Trein, 596 – Crito Redentor) e, às 13h30min, vai reunir servidores, entidades de classe, usuários do SUS e autoridades num ato público no local.

Conforme o presidente da ASERGHC, Roberto Neres Oliveira, a falta de gestão profissional no GHC é um entrave para que os recursos públicos sejam bem aplicados: “As verbas não são aplicadas em benefício dos usuários, são usadas para obras inacabadas, partidarização da máquina pública.” E completa: “Podemos consertar isso com uma administração técnica e não político-partidária.”

Crédito: Letícia Heinzelmann

Nos protestos desta quarta, a associação também vai denunciar demissões, assédio moral no trabalho, contratos temporários e as tentativas de terceirização no Grupo. Em 19 de março, a deputada Luciana Genro esteve no local defendendo os trabalhadores do GHC e apresentando seu projeto que proíbe demissões no serviço público (foto).

Para Oliveira, não há o que comemorar no Dia da Saúde. “Os servidores estão sendo atacados em seus direitos e os usuários também estão sofrendo, porque a consequência é a precarização do atendimento”, explica. A entidade quer dialogar com os servidores e com os usuários durante todo o dia. O acampamento da associação iniciou às 7h e ficará disponível até às 19h. Ao meio-dia será servido carreteiro aos presentes.

Fonte: Lara Nasi e Vera Costa