Luciana Genro

Especulação imobiliária tem vitória em Porto Alegre

02 de dezembro de 2009 13h28

Se você não aguenta mais o intenso calor e as enormes enxurradas que alagam nossa cidade, prepare-se, pois pode piorar. A Câmara Municipal de Porto Alegre recebeu um projeto de novo Plano Diretor, pior que o atual, e que recebeu inúmeras emendas, inclusive algumas que poderiam melhorar a vida da populaçã. Estas não foram aceitas pela maiorias dos vereadores, que compõe a base de apoio ao prefeito José Fogaça.

Mais uma vez, a especulação imobiliária sai ganhando no Plano Diretor de Porto Alegre, pois as propostas de emndas que pioram a vida da população e que aumentam os lucros dos empresários da construção civil estão sendo aprovadas a toque de caixa. Alguns vereadores, como é o caso de Pedro Ruas e Fernanda Melchionna, do PSOL, têm resistido bravamente nas discussões e votações em comissões e em Plenário. Contudo, há pouca presença das pessoas que, em última instância, vão sofrer as consequências de uma cidade cedida a interesses privados.

Maus tempos se avizinham! Centro, Cidade Baixa, Bom Fim, Azenha, Petrópolis e Menino Deus já sofrem hoje com a agressão de obras de prédios gigantescos, verdadeiros espigões que impedem a chegada de sol nas residências próximas, bem como a passagem dos ventos, isso sem falar do mau cheiro que exala das tubulações de esgoto, que não são adaptadas para receber um aumento de carga de dejetos.

Manifeste-se!

Participe com o PSOL da luta em defesa de uma Porto Alegre com melhor qualidade de vida. Procure seu vereador e exija uma ação que defenda os cidadãos, e não os empresários. Reivindique do prefeito que não aceite as mudanças que acarretam prejuízo ao bem-estar da população.