Luciana Genro

Da Camino avalia pedido do PSOL sobre casa de Tarsila

15 de dezembro de 2009 08h23
Fotos: Letícia Heinzelmann

Fotos: Letícia Heinzelmann

O presidente estadual do PSOL, Roberto Robaina, a deputada federal Luciana Genro e o líder da bancada municipal, Pedro Ruas, estiveram no final da tarde desta segunda-feira no Ministério Público Especial junto ao Tribunal de Contas do Estado para entregar ao procurador Geraldo Da Camino denúncia envolvendo a aquisição de uma casa, no valor de R$ 310 mil, pela filha da governadora Yeda Crusius, Tarsila, que realiza funções não-remuneradas no governo. “Entregamos uma ação por improbidade administrativa, em função de sinais exteriores de riqueza, com fundamento na Lei Estadual 12.980/2008, bem como nas leis federais 8.429/1992 e 8.730/1993, contra Tarsila Rorato Crusius. Como presidente do Comitê de Ação Solidária, cargo honorífico em nosso estado, ela não tem remuneração. Apesar disso, recentemente adquiriu o imóvel, de preço elevado, na Av. Caí, 255”, explica o advogado Ruas.

A denúncia, com apresentação do certificado do imóvel, localizado num condomínio fechado na zona sul da Capital, foi apresentada ao público no último dia 8, através de coletiva de imprensa, e agora foi apresentada formalmente ao MP de Contas. Da Camino prometeu às lideranças do PSOL que analisará os fatos e, possivelmente, pedirá inspeção sobre a compra do imóvel.