Luciana Genro

Nesta segunda-feira, proteste em defesa de uma cidade melhor

30 de novembro de 2009 10h13

Esta segunda-feira, 30, é o último dia de votações do Plano Diretor de Porto Alegre. Os vereadores da base do governo estão atacando tudo aquilo que entendemos por cidade sustentável. Por isso, não deixe que a votação passe em branco. Vamos nos somar e lotar as galerias da Câmara em protesto. A votação começa às 9h e segue ao longo do dia. Tente arrumar um horário na agenda e nos ajude na luta por uma cidade melhor.

Na última semana, a Câmara Municipal deu início às votações. Essa era a principal atividade da Casa desde o início do ano. Nossos mandatos fizeram parte da Comissão Especial que tratou do tema, e acompanhamos as discussões do Fórum de Entidades, que se reuniu semanalmente na Câmara para pensar o futuro de Porto Alegre, tanto do ponto de vista ambiental, como de construções, arborização, altura dos prédios, impacto urbano das construções.

Apesar do excelente trabalho realizado pelo Fórum, e das mais de cem emendas apresentadas, a votação do Plano Diretor no Plenário tem sido uma grande derrota para a cidade e para o povo. Foram rejeitadas praticamente todas as emendas que pretendiam garantir que Porto Alegre passasse a se desenvolver de maneira mais sustentável. Foi permitido o aumento das alturas dos prédios, maior “adensamento”, ou seja, mais pessoas por área, e muitas outras coisas que comprometem até mesmo a arborização da cidade. Todas as alterações propostas ao Plano que considerávamos muito ruins para a cidade foram aprovadas. Quanto às emendas sugeridas pelo Fórum de Entidades, quase todas foram rejeitadas. Um lamentável episódio. Mas que ainda não acabou.

Hoje, serão votadas as Áreas de Interesse Cultural e as áreas vegetadas. É a última votação do Plano. E não podemos deixar que sejam aprovadas simplesmente, contrariando os interesses do povo de Porto Alegre. As Áreas de Interesse Cultural são aquelas que devem ser preservadas por fazerem parte da memória e da consciência coletiva dos habitantes da cidade, e para não perderem suas características. Mas a Prefeitura agora “flexibilizou” essa compreensão, o que dá margem para construções nessas áreas, e que vão descaracterizá-las.

Já as áreas vegetadas são as áreas que não são edificadas ou pavimentadas, em que há vegetação. É preciso garantir que sejam garantidas áreas vegetadas em cada empreendimento construído na cidade, mas a gente sabe que esse não é o interesse dos empreendedores.

Por isso, neste último dia da votação do Plano Diretor, vamos lotar as galerias da Câmara. Vá para a Câmara Municipal a partir das 9h e proteste! As votações acontecerão o dia todo!