Luciana Genro

Frente de Incentivo à Leitura participa da ‘Feira Fora da Feira’

03 de novembro de 2009 10h06
Vereadora Fernanda participou da atividade (Bernardo Corrêa)

Vereadora Fernanda participou da atividade (Bernardo Corrêa)

O último sábado, 31 de outubro, foi o primeiro dia da ‘Feira, Fora da Feira’. A descentralização da Feira do Livro de Porto Alegre mostra a preocupação dos organizadores em expandir o raio de atuação do maior evento de literatura a céu aberto da América Latina aos bairros da Capital. A Frente de Incentivo à Leitura participou ativamente do processo no Morro da Cruz, onde há a biblioteca comunitária Ilê Ará, que concorre ao Prêmio Fato Literário neste ano. A biblioteca comunitária atua em rede com todas as bibliotecas da região, levando malas de livros às escolas, promovendo eventos de leitura e, inclusive, alfabetização de adultos. Um belo trabalho, num espaço encantador, fruto do sonho do padre Adelar, de Lindolfo e de Jéssica. Coisa boa encontrar lutadores pela leitura!

Durante o primeiro sábado de ‘Feira Fora da Feira’, a poetisa Telma Scherer fez uma bela performance, demonstrando, com a linguagem corporal a poesia de sua autoria. A atividade faz parte de um projeto que nasceu como oficina do Fumproarte em 2008, em bairros da Capital, e agora virou um livro, Rumor da Casa. Encantador, contagiante, e uma bela forma de interpretar a poesia para o desfrute das comunidades.

“Também no alto da Morro da Cruz, uma possibilidade de viajar é entrar no Tapete Mágico e alçar voos nos livros. É o projeto do excelente escritor Hermes Bernardi Jr., do qual eu tive a honra de ser monitora em 2003”, conta a vereadora Fernanda Melchionna: “Um tapete maravilhoso, sombra gostosa e muitas caixas cheias de histórias para as crianças, o autor e os mediadores da leitura.” O Tapete encantou a gurizada, que rolava, lia, ouvia história na quente tarde de sábado. Bernardi desencadeou um projeto maravilhoso de incentivo à leitura, que mostra o compromisso dele de pensar, executar, buscar formar novos leitores pelos bairros da cidade. Nós e o poder público temos o compromisso de valorizar e perpetuar o seu projeto.

A Associação do Jovem Leitor também esteve presente, batendo um papo com os adolescentes sobre leitura e escrita, estimulando o surgimento não só de novos leitores, como também de novos escritores! A ‘Feira Fora da Feira’ se mostrou um sucesso. Batalhar para o seu desenvolvimento nas próximas edições da Feira e sua consolidação na cidade é um desafio para todos aqueles que lutam pela leitura.


Fonte: www.fernandapsol.com.br