Luciana Genro

Chapa independente vence eleições com maior quórum da história do DCE da USP

30 de novembro de 2009 09h56

A chapa que o MES compôs, ‘Para transformar o tédio em melodia!’, venceu as eleições pelo Diretório Central de Estudantes da Universidade Federal de São Paulo. Dentre os 9 mil votantes, ficamos com 2,5 mil votos, seguidos da chapa ‘Reconquista’ – da direita, anti-greve, anti-movimento estudantil, pró-reitoria, pró-Serra – com 2445, e bem depois, a atual gestão ‘Nada Será como Antes’, do PSTU, com 1868 votos, seguida da chapa ‘Todo Carnaval tem seu fim’, do PCB, com 1602 votos.

Foi uma vitória na unha, fruto de um fortíssimo trabalho de base expresso na composição da chapa que, além de militantes do Romper o Dia! e do MES-PSOL, era majoritariamente independente, contando com grande parte dos ativistas dos cursos, diretores de centros acadêmicos e pessoas que se envolveram na mobilização dos blusas-amarelas contra a PM na USP, na greve das três categorias, na luta por democracia tanto na universidade quanto no movimento estudantil.