Luciana Genro

Gaúchos dizem que Yeda é culpada!

07 de outubro de 2009 15h07
Rejane, Robaina e Luciana

Rejane, Robaina e Luciana

A quase totalidade dos gaúchos que passaram pela Esquina Democrática, no centro de Porto Alegre, nesta quarta-feira, 7, disse que Yeda Crusius é culpada das acusações de corrupção levantadas pelo Ministério Público Federal contra ela e mais oito membros de seu governo. A campanha Julgamento Popular: Yeda é culpada ou inocente? foi lançada pelo Comitê Estadual Fora Yeda, composto por partidos de esquerda, entre eles, o PSOL, sindicatos e entidades estudantis, e se encerra nesta quinta-feira, 8, quando a Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul que analisa o pedido de impeachment proposto pelo Fórum de Servidores Estaduais apresentará seu parecer. Os deputados da base aliada já estão preparando a pizza, mesmo com uma pesquisa do Ibope indicando que 62% dos gaúchos querem o impedimento da governadora.

Fotos: Letícia Heinzelmann

Fotos: Letícia Heinzelmann

A deputada federal Luciana Genro e o presidente estadual do PSOL, Roberto Robaina, estiveram na Esquina acompanhando o último dia de mobilização da campanha. Luciana aproveitou para conversar com a população e se solidarizar com a presidente do Cpers, sindicato integrante do Comitê, Rejane de Oliveira, que recentemente foi vítima de um atentado a laço, na véspera de seu depoimento à CPI da Corrupção, na Assembleia.

Nesta quinta-feira, o Comitê realiza vigília em frente à Assembleia Legislativa, onde será feita a apuração da votação do Julgamento Popular. Também está prevista uma coletiva de imprensa do Fórum de Servidores. Saiba mais sobre a campanha no site O Povo Decide – Julgamento Popular, onde também é possível deixar seu voto.