Luciana Genro

Avança projeto de reconhecimento de clubes sociais negros

04 de setembro de 2009 10h42

Rio Grande do Sul possui 53 espaços sociais, o maior número do país

Divulgação

Divulgação

O deputado Geraldinho, acompanhado de Luis Carlos Oliveira, do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra do Rio Grande do Sul, e de Giane Vargas Escobar, diretora-técnica do Museu Treze de Maio, de Santa Maria, esteve reunido com o presidente-substituto da Fundação Palmares, Elisio Lopes, nesta quinta-feira, 3, para discutir o projeto de registro e reconhecimento dos clubes sociais negros.

O projeto 059151/2009 visa à pesquisa das histórias dos clubes negros em cinco estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerias, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Somente no RS, existem 53 espaços sociais considerados negros – a maior expressividade do país. No Brasil, os clubes sociais negros envolvem quase 3 milhões de pessoas.

O projeto será desenvolvido no prazo de um ano, objetiva o reconhecimento dos clubes sociais negros como patrimônio imaterial afro-brasileiro e resultará na produção de livro, site, documentários e exposições itinerantes. A expectativa é de que o projeto, que recebeu emenda da deputada Luciana Genro no valor R$ 500 mil, com contrapartida da prefeitura de Santa Maria de R$ 42 mil, seja aprovado até o final do ano.


Fonte: Liderança do PSOL