Luciana Genro

Ação do MPF leva novamente manifestantes ao Piratini

05 de agosto de 2009 17h17
Crédito: Hugo Scotte

Crédito: Hugo Scotte

Dezenas de manifestantes voltaram à frente do Palácio Piratini nesta quarta-feira, 5, após a entrevista coletiva concedida pelos promotores do Ministério Público Federal, confirmando as denúncias contra o governo de Yeda Crusius apresentadas pelo PSOL em fevereiro. Os procuradores ainda pediram o afastamento da governadora do cargo, além de denunciar outras sete pessoas, entre elas, o marido de Yeda e sua assessora direta.

Munidos de cartazes exigindo ‘Fora Yeda’, militantes do PSOL foram até a Praça da Matriz acompanhar a deputada federal licenciada Luciana Genro, o vereador e advogado Pedro Ruas e o presidente estadual do partido, Roberto Robaina, à Assembléia Legislativa. Eles protocolaram requerimento para agilização do processo de impeachment contra a governadora, que tramita na Casa.

Manifestantes ligados a sindicatos e ao Fórum de Servidores se juntaram ao protesto.


MPF confirma denúncias do PSOL